Domingo, 10 de Janeiro de 2016

E se tivesse sido diferente?

      

Sou daquelas tolas lamechas que, de vez em quando, lê a coluna "Amor Moderno" da New York Times, partilhada em português pelo Diário de Notícias (ler na língua materna é um bocadinho mais fácil). 

  

amor moderno DN.jpg

    

Esta, publicada hoje, cativou-me particularmente, uma vez que também já dei comigo a sentir-me agradecida pelos caminhos que me levaram a quem sou. 

 

No primeiro ano da faculdade, conheci a Rita, uma rapariga de olhos brilhantes e sorriso contagiante. Foram compostos grupos de trabalho, constituídos por alunos de diferentes turmas, e ficámos no mesmo. Em conversa, descobrimos a música em comum... E foi assim que ela me “levou” para o coro da missa do hospital, em Coimbra, onde conheci e integrei o fantástico SPES.


Foi lá que conheci também um divertido rapaz com as mesmas origens que eu: Pombal. E, através dele, integrei uma banda e um coro, na nossa cidade! Ou seja, conheci uma imensidão de pessoas que me fazem feliz.


Às vezes, pergunto-me como teria sido até agora o meu rumo, a nível musical e não só, se não tivesse conhecido a Rita. Será que na tarde de hoje (de ontem, na verdade, que a noite já vai avançada) teria tido aquele mesmo ensaio? Teria integrado estes grupos, ainda assim, por outro trilho? 

 

A minha faceta sonhadora, ou utópica ou o que lhe queiram chamar, faz com que eu acredite que sim, porque o que tem de acontecer tem muita força. (Vá, isso e o facto de não haver assim tantos violinistas aqui na zona.)

          

publicado por BataeBatom às 02:22
link do post | comentar | favorito (4)
7 comentários:
De M* a 10 de Janeiro de 2016
dou comigo, muitas vezes, a pensar no mesmo. e, como tu, também acredito no "o que tem de acontecer tem muita força".
De Sou Toda Amor a 10 de Janeiro de 2016
Também eu, muitas vezes, dou comigo a pensar "e se não tivesse sido assim?" Mas, tal como tu, penso que por muitas voltas que
demos já temos o "destino traçado".
Beijoca e bom domingo
De Just_Smile a 10 de Janeiro de 2016
Eu acredito que tudo tem um propósito na vida, umas vezes entendemos, outras nem tanto... mas como vês, todos esses teus cruzamentos na vida tiveram um propósito bom :)
De A rapariga do autocarro a 11 de Janeiro de 2016
Acho que todos nós já fizemos esse exercício - " e se" e cada vez mais me convenço, "o que tiver que ser será! " Não há volta a dar!
De marrocoseodestino a 12 de Janeiro de 2016
Acabei de comentar num outro blog sobre o destino e em como acredito nele.
Todas as pessoas que passam na nossa vida têm algum significado.
De José da Xã a 12 de Janeiro de 2016
BB,

diz o povo na sua costumada sabedoria que: guardado está o bocado para quem o há-de comer.
Ou dito à minha maneira: nada acontece por acaso e não há coincidências mas... "Deuscidências".
Um beijo amigo.
De Maria Araújo a 15 de Janeiro de 2016
Um lindo texto/romance.
E acredito, sim, que há coisas que nos acontecem e que podem marcar a nossa vida.
Parabéns pelo post, pelo caminho que seguiu e segue.
Adorei!

Comentar post


. ver BB

. seguir perfil

. 311 seguidores

.facebook

Bata&Batom no Facebook

.pesquisar

.posts recentes

. Art's friday #33

. Como quase sermos o que q...

. Art's friday #32 - Especi...

. Esta coisa do ano bissext...

. Como ter cabelo brilhante...

. Intermitências da vida

. Ser portuguesa é...

. Olhe, desculpe, isto é um...

. Porque raio querem levar ...

. Versão ikra-não-sei-quê d...

.Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.arquivo

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014