Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2015

Bata, batom e bilhetes #7

(Continuação deste post)

  

Perto da Plaza Mayor, podemos encontrar a Puerta del Sol. Este ponto turístico é famoso por acolher a Estátua do Urso e do Medronheiro - o símbolo da cidade de Madrid - e por ser a localização da confluência das seis estradas radiais espanholas (o chamado "quilómetro zero"). É aqui que os madrilenos se juntam para ouvir as doze badaladas, na noite de passagem de ano e é também o local de eleição para muitas outras atividades. Estive lá no Dia dos Namorados e assisti a uma maratona de casais, em que estes fizeram o percurso de mãos dadas.

  

urso e medronheiro.jpg

 À esquerda, a Estátua do Urso e do Medronheiro. À direita, o "Km 0" e os nossos pés (massacrados!).

 

  

A sudeste daqui, estão o Museu do Prado e o Museu Reina Sofia. No primeiro, vimos a pintura "As meninas", de Velázquez, que está acompanhada por obras de Goya, Rembrandt, Rubens, entre outros. No segundo, o destaque vai para "Guernica", o painel monocromático com cerca de 8 metros, pintado por Picasso.

Importante: há quase sempre um dia da semana ou horários específicos em que a entrada nos museus é gratuita. Há que ter isso em conta na organização das viagens, pois pouparão dezenas de euros.

 

Lá perto, visitámos a Estação da Atocha, o local onde aconteceram os atentados de 11 de Março de 2004. Atualmente, há aqui uma vigilância apertada, semelhante à dos aeroportos (detetor de metais e máquina de raios X). A estação é lindíssima e aloja um jardim tropical.

  

IMG_20150214_142142.jpg

 Estação de Atocha

 

Junto desta estação, podemos relaxar no grande parque da cidade: o Parque del Retiro. Contém vários pontos interessantes para visita, mas penso que os mais bonitos são o Palácio de Cristal e o Lago das Campanillas (onde podem alugar pequenos barcos):

 

parque do retiro.jpg

  

Num ponto oposto da cidade, está o famoso Estádio Santiago Bernabéu (finalmente, não é, senhores?): 

  

estádio.jpg  

Infelizmente, o Cristiano Ronaldo não apareceu por lá para receber os compatriotas. Foi extremamente triste. Um ultraje que nunca esquecerei! 

 

Em compensação, de seguida, fiz tentei fazer o clichê:

 

torres kio.jpg

 

Não sou das turistas mais "profissionais", porque não tenho um cabo de vassoura para tirar selfies, mas a típica foto em que desafiamos as noções de perspetiva - e damos a ilusão de que suportamos um edifício com o dedo - não podia faltar. (E que linda que fiquei, de cabelos no ar e olhos semi-cerrados!)

 

As duas Torres Kio situam-se lado a lado e apresentam uma inclinação de 15º:

torres kio 2.jpg

  

Por último, aconselho um passeio pela Gran Via, uma das ruas mais emblemáticas da cidade (criada em 1910), onde verão enormes e imponentes obras arquitetónicas.

  

Tentei não tornar estes posts demasiado exaustivos, mas se pretenderem saber mais pormenores, não hesitem em deixar aqui as vossas dúvidas!

  

publicado por BataeBatom às 16:17
link do post | favorito (2)
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


. ver BB

. seguir perfil

. 315 seguidores

.facebook

Bata&Batom no Facebook

.pesquisar

.posts recentes

. Art's friday #33

. Como quase sermos o que q...

. Art's friday #32 - Especi...

. Esta coisa do ano bissext...

. Como ter cabelo brilhante...

. Intermitências da vida

. Ser portuguesa é...

. Olhe, desculpe, isto é um...

. Porque raio querem levar ...

. Versão ikra-não-sei-quê d...

.Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.arquivo

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014