Segunda-feira, 18 de Agosto de 2014

Um amor inconveniente


Pequena e delicada, deixou-se encantar pela estatura forte dele.

Anseia abraçá-lo durante horas, até ficar com os braços dormentes. 

Mas o universo parece estar contra eles. Condena-os a uma relação quase bipolar, como se de ímanes se tratassem, ora com polos opostos, ora iguais. Por vezes, é tremendamente enorme a alegria com que se cumprimentam - a atração é incontestável. Mas logo de seguida, como se um dos polos se invertesse, há uma repulsa que os afasta com enorme brutalidade.

Este é daqueles amores condenados logo à partida. Ninguém o aceita. 

Ninguém.

E todos desejam que comece a haver uma repulsa contínua, sem encontros à mistura. 

publicado por BataeBatom às 15:00
link do post | comentar | favorito (2)
24 comentários:
De omeumaiorsonho a 18 de Agosto de 2014 às 15:20
Hahhahhaha fartei me de rir ;)
De BataeBatom a 18 de Agosto de 2014 às 22:47
Quando é o nosso dedo a viver esta história de amor, a reação é outra! :P haha
De Amora Perfumada a 18 de Agosto de 2014 às 15:35
Ahahah, muito engraçado :) Boa imaginação!
De BataeBatom a 18 de Agosto de 2014 às 22:48
Obrigada! :) não há nada como uma boa (ou não!) história de amor... xD
De Sofia Margarida a 18 de Agosto de 2014 às 15:53
E doi tanto... :P
De BataeBatom a 18 de Agosto de 2014 às 22:49
Na avaliação da dor, no hospital, temos que perguntar "Quanto dói, de 0 a 10?". Nestas alturas a resposta deve ser "100". xD
De Sofia Margarida a 19 de Agosto de 2014 às 09:57
fogo, eu nem sei que tem descrição :P
De Inês - Desenhos e Fotografia a 18 de Agosto de 2014 às 16:00
Lool!
Grande história de amor!
De BataeBatom a 18 de Agosto de 2014 às 22:50
Ahaha quase ao nível do "Titanic"! :P
De Nathy ღ a 18 de Agosto de 2014 às 16:00
É uma dor horrível. E é exactamente como dizes parece íman. Eu que o diga -.-'
De BataeBatom a 18 de Agosto de 2014 às 22:51
Depois há essas variações... Uns ímanes mais fortes que outros!
(Eu também sou bastante desajeitada, com este tipo de acidentes... :P)
De Nathy ღ a 19 de Agosto de 2014 às 20:51
A minha mãe consegui a proeza de bater com o dedo, desloca-lo e "rasgar" a parte de baixo... Até agora não sei como ela fez tal coisa.
Há com cada uma... -.-'
De Mafalda M. a 18 de Agosto de 2014 às 16:04
Fogo, se dói! Às vezes chego até a mancar...WHAT A PAIN!
De BataeBatom a 18 de Agosto de 2014 às 22:52
Também eu! :P
A boneca, na imagem, diz tudo! xD
De Miguel Alexandre Pereira a 18 de Agosto de 2014 às 16:41
Ui e dói bastante esse amor impossível, até nós põe a gritar de dor xD

http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/
De BataeBatom a 18 de Agosto de 2014 às 22:54
É um amor peculiar...
Em que os encontros consistem em encontrões! :P
De A rapariga do autocarro a 18 de Agosto de 2014 às 17:01
Ninguém merece um amor assim!
De BataeBatom a 18 de Agosto de 2014 às 22:55
Pois não! É uma enorme injustiça... :P
De Just_Smile a 18 de Agosto de 2014 às 19:39
Este é aquele amor que não devia existir :P
De BataeBatom a 18 de Agosto de 2014 às 22:56
É unânime. "Ninguém o aceita"! :P
De José da Xã a 18 de Agosto de 2014 às 20:20
Ahahahahahah!
Li primeiro no telemóvel e só vi as imagens no fim. Foi curiosa a forma como acaba.

Mas é verdade o que dizes. Uma relação demasiado truculenta.
De BataeBatom a 18 de Agosto de 2014 às 22:58
Então já estavas a imaginar uma história verdadeira e afinal era apenas uma brincadeira! :P

Antes assim! Porque viver realmente uma relação de amor-ódio não deve ser fácil!

Comentar post


. ver BB

. seguir perfil

. 313 seguidores

.facebook

Bata&Batom no Facebook

.pesquisar

.posts recentes

. Art's friday #33

. Como quase sermos o que q...

. Art's friday #32 - Especi...

. Esta coisa do ano bissext...

. Como ter cabelo brilhante...

. Intermitências da vida

. Ser portuguesa é...

. Olhe, desculpe, isto é um...

. Porque raio querem levar ...

. Versão ikra-não-sei-quê d...

.Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.arquivo

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014