Terça-feira, 25 de Agosto de 2015

Bata, batom e bilhetes #8

 

Post dedicado à Patrícia, a vencedora do Passatempo Hotel Museu.

 

Primeira paragem: Almeirim. Saboreámos, entre outros pratos, uma bela sopa de pedra no restaurante O Pinheiro. Apreciámos ainda o comércio local, que não nos tirou um cêntimo da carteira, mas roubou-nos muitas gargalhadas.

 

- Alho nacional, não faz bem nem faz mal! - clamava a frenética vendedora, tentando vender um saco de alhos por uns míseros 50€. - Chã de "piricão" (hipericão), bom para estômago, fígado e depressão!

 

A meio da tarde chegámos finalmente a Mértola, uma vila acolhedora do interior alentejano. Aconselho vivamente a viagem no barco do hotel (como já referi anteriormente aqui), que nos proporciona paisagens únicas e uma brisa calmante.

       

mértola1.jpgAs fotos parecem ter um toque outonal, mas acreditem que as temperaturas não trairam o verão.

 

Chegou a hora de jantar. À mesa d' O Brasileiro chegaram a perdiz de escabeche, o ensopado de borrego, os pezinhos de porco e o frango de caril. E para a sobremesa (ai, a sobremesa!) deliciei-me com o típico e saboroso Torrão Real, um doce à base de gemas de ovos e amêndoas. Não há foto, que a minha paciência para registar doces antes de os atacar é francamente limitada.

    

No dia seguinte, o Sol lá decidiu acompanhar-nos na visita matinal pela vila. Às segundas-feiras, a maioria dos museus fecha portas, pelo que não é um bom dia para visitas turísticas. Mas foi o que se arranjou e explorámos o museu da Câmara Municipal de Mértola - o único aberto - e os arredores do castelo. Fico assim, com uma excelente desculpa para lá voltar!

 

mértola2.JPGVista sobre a vila de Mértola

 

Já a caminho de casa, avistámos uma das herdades do maior olival do mundo: o do azeite Oliveira da Serra. Estávamos destinados a ter um dia desprovido de visitas guiadas (a responsável pelas visitas ao lagar estava de férias) e prosseguimos, então, até Alcácer do Sal, onde almoçámos. Mais tarde, Santarém foi a cidade escolhida para um intervalo do nosso percurso na estrada. No Jardim das Portas do Sol pudemos, mais uma vez, admirar uma paisagem maravilhosa.

 

E assim se exploram, com 2 dias e um carro, alguns recantos do nosso país.

   

publicado por BataeBatom às 10:23
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito

. ver BB

. seguir perfil

. 313 seguidores

.facebook

Bata&Batom no Facebook

.pesquisar

.posts recentes

. Bata, batom e bilhetes #8

.Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.arquivo

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014