Sábado, 27 de Dezembro de 2014

Provador virtual: resultará?

 

Acho que nada substitui a experimentação real da roupa e essa é a razão pela qual não tenho o hábito de encomendar peças de vestuário em lojas online. 

Quando eu era ainda criança, muitas foram as encomendas feitas à La Redoute, para mim, mas a devolução aconteceu grande parte das vezes. Assumo-me picuinhas na compra de roupa.

 

Ainda assim, vejo potencial no provador virtual:

- Pode funcionar como catálogo e evitar longos passeios dentro da loja, à procura das peças que pretendemos;

- Talvez sirva como um "pré-provador", onde numa primeira instância descartamos algumas peças, perdendo assim menos tempo na verdadeira prova de roupa;

- Acredito ainda que pode trazer algum sossego às mulheres: afinal de contas, o provador parece um videojogo e já estou a imaginar o H. a fazer palhaçadas neste espaço inovador.

 

Deixo-vos um vídeo que divulga o projeto:

  

  

Aqui entre nós, a rapariga que aparece ao início precisava mesmo era de experimentar umas calças, que vista de trás parece vestida apenas com uma t-shirt.

   

publicado por BataeBatom às 14:14
link do post | comentar | ver comentários (29) | favorito

. ver BB

. seguir perfil

. 313 seguidores

.facebook

Bata&Batom no Facebook

.pesquisar

.posts recentes

. Provador virtual: resulta...

.Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.arquivo

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014