Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2015

Bata, batom e bilhetes #7

(Continuação deste post)

  

Perto da Plaza Mayor, podemos encontrar a Puerta del Sol. Este ponto turístico é famoso por acolher a Estátua do Urso e do Medronheiro - o símbolo da cidade de Madrid - e por ser a localização da confluência das seis estradas radiais espanholas (o chamado "quilómetro zero"). É aqui que os madrilenos se juntam para ouvir as doze badaladas, na noite de passagem de ano e é também o local de eleição para muitas outras atividades. Estive lá no Dia dos Namorados e assisti a uma maratona de casais, em que estes fizeram o percurso de mãos dadas.

  

urso e medronheiro.jpg

 À esquerda, a Estátua do Urso e do Medronheiro. À direita, o "Km 0" e os nossos pés (massacrados!).

 

  

A sudeste daqui, estão o Museu do Prado e o Museu Reina Sofia. No primeiro, vimos a pintura "As meninas", de Velázquez, que está acompanhada por obras de Goya, Rembrandt, Rubens, entre outros. No segundo, o destaque vai para "Guernica", o painel monocromático com cerca de 8 metros, pintado por Picasso.

Importante: há quase sempre um dia da semana ou horários específicos em que a entrada nos museus é gratuita. Há que ter isso em conta na organização das viagens, pois pouparão dezenas de euros.

 

Lá perto, visitámos a Estação da Atocha, o local onde aconteceram os atentados de 11 de Março de 2004. Atualmente, há aqui uma vigilância apertada, semelhante à dos aeroportos (detetor de metais e máquina de raios X). A estação é lindíssima e aloja um jardim tropical.

  

IMG_20150214_142142.jpg

 Estação de Atocha

 

Junto desta estação, podemos relaxar no grande parque da cidade: o Parque del Retiro. Contém vários pontos interessantes para visita, mas penso que os mais bonitos são o Palácio de Cristal e o Lago das Campanillas (onde podem alugar pequenos barcos):

 

parque do retiro.jpg

  

Num ponto oposto da cidade, está o famoso Estádio Santiago Bernabéu (finalmente, não é, senhores?): 

  

estádio.jpg  

Infelizmente, o Cristiano Ronaldo não apareceu por lá para receber os compatriotas. Foi extremamente triste. Um ultraje que nunca esquecerei! 

 

Em compensação, de seguida, fiz tentei fazer o clichê:

 

torres kio.jpg

 

Não sou das turistas mais "profissionais", porque não tenho um cabo de vassoura para tirar selfies, mas a típica foto em que desafiamos as noções de perspetiva - e damos a ilusão de que suportamos um edifício com o dedo - não podia faltar. (E que linda que fiquei, de cabelos no ar e olhos semi-cerrados!)

 

As duas Torres Kio situam-se lado a lado e apresentam uma inclinação de 15º:

torres kio 2.jpg

  

Por último, aconselho um passeio pela Gran Via, uma das ruas mais emblemáticas da cidade (criada em 1910), onde verão enormes e imponentes obras arquitetónicas.

  

Tentei não tornar estes posts demasiado exaustivos, mas se pretenderem saber mais pormenores, não hesitem em deixar aqui as vossas dúvidas!

  

publicado por BataeBatom às 16:17
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito (2)
Terça-feira, 17 de Fevereiro de 2015

Bata, batom e bilhetes #6

  

Já estava do outro lado da fronteira portuguesa, quando vi este "miminho", dedicado ao Bata&Batom, na página inicial dos Blogs SAPO. Mais uma razão para eu andar toda contente a passear. Muito obrigada pelo destaque!

 

Como já referi, o fim de semana prolongado foi passado em Madrid, a capital mais alta da Europa. Esta cidade está localizada a cerca de 660 metros acima do nível médio do mar e dá que fazer aos turistas que a visitam de forma intensa, em poucos dias (como foi o nosso caso).

 

Começámos por ir até ao templo de Debod, um templo egípcio que foi doado a Espanha e transferido, peça a peça, até à atual localização:

 

templo de debod.jpg   

O Palácio Real também merece visita, tal como toda a região envolvente, e é a residência oficial de Felipe VI. Porém, a família real optou por viver noutro palácio e recorre a este somente em ocasiões especiais.

 palácio real.jpg

Palácio Real de Madrid

 

  

Junto deste, encontramos a Catedral de Almudena, onde decorreu a celebração religiosa do casamento de Felipe e Letícia.

 

Daí, caminhámos até à famosa Plaza Mayor, que acolhe lojas típicas, esplanadas e artistas de rua.

 

IMG_20150245_034300.jpg

 Este estava armado em forte, mas decidi dar-lhe uma mãozinha.

 

Foi perto desta praça que provámos uma tradicional refeição madrilena - sandes de lulas fritas - e descobrimos, posteriormente, a pastelaria "La Mallorquina". Aqui, vi a Manuela Moura Guedes e, após conseguir acumular uma grande dose de descaramento, lá fui ter com ela e registámos o momento:

  

IMG_20150214_133332.jpg

  

Continua...

 (Sim, como nas séries, que este post já vai longo e tenho que ir jantar!)

 

publicado por BataeBatom às 21:00
link do post | comentar | ver comentários (21) | favorito
Segunda-feira, 16 de Fevereiro de 2015

Tratamento para a claustrofobia

   

Foi em Madrid que tive que me render ao prometido azar da sexta-feira 13. Mas o pior é que este tratamento de choque nem surtiu efeito!

  

 

Cena aterrorizadora - I

 

Chegámos à capital espanhola e entrámos no metro errado. 

O destino pretendido não se fez ver e acabámos por chegar ao fim da linha, já sem outros companheiros de viagem. O motor deixou de rugir e tentámos, sem sucesso, abrir as portas. Ninguém na rua. Ninguém no metro. A pressão que depositávamos nos botões era em vão.

metro madrid.jpg

Eu adooooro ficar fechada (not), portanto, tal e qual a personificação do pânico, ponderei utilizar o martelo de emergência para quebrar um vidro. (Enquanto isto, os meus companheiros de viagem riam-se, claro.)

Cerca de dez minutos depois da crise de estupidez pânico e de imaginar a chegada do apocalipse, o motorista (visão divina!) atravessou as carruagens, esclarecendo que o metro retomaria o percurso dentro de 20 minutos. Ufa, não foi desta que ficámos presos até ao dia seguinte. A boa disposição voltou e até tirei fotografias à carruagem vazia.

 

 

Cena aterrorizadora - II

 

Tive que utilizar um elevador sem iluminação. Perfeito! Gosto imenso de elevadores e o escuro é a cereja no topo do bolo!

  

(Agora que já relatei umas parvoíces, vou escrever um "Bata, batom e bilhetes" para contar factos talvez mais interessantes.)

  

publicado por BataeBatom às 23:29
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito

. ver BB

. seguir perfil

. 317 seguidores

.facebook

Bata&Batom no Facebook

.pesquisar

.posts recentes

. Bata, batom e bilhetes #7

. Bata, batom e bilhetes #6

. Tratamento para a claustr...

.Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.arquivo

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014