Segunda-feira, 21 de Julho de 2014

Mais um estudo brilhante

Espalhou-se recentemente a "boa-nova": o chocolate, principalmente o negro, pode ajudar a proteger a nossa pele dos efeitos das radiações solares. 

 

O estudo que permitiu chegar a esta conclusão consistiu na comparação de dois grupos de pessoas: um que ingeriu diariamente chocolate rico em flavonóides, durante 12 semanas, e outro que teve acesso a chocolate com níveis reduzidos destas substâncias. Os investigadores do National Institutes of Health afirmam que o primeiro grupo viu duplicada a proteção cutânea à radiação ultravioleta.

 

Não quero ser "desmancha-prazeres". Mas sabem qual o número de elementos que constituiu cada grupo de estudo? Quinze. Uma dezena e meia. 15. Fifteen. Quince. Quindici. Viisitoista. (Podia continuar a tentar parecer poliglota, mas depois os leitores ainda percebem que estou a recorrer ao google tradutor...)

Recapitulando: quinze. Imaginem as inúmeras variações de características cutâneas que existem entre os diferentes indivíduos. Esta investigação poderá ter sido enviesada pela diferente sensibilidade dos elementos estudados à radiação solar, certo? Serão quinze cobaias suficientes para despistar essas imprecisões? Pois. Tende para o ridículo.

 

Comam muito chocolate (que eu também!), mas sem esquecer as medidas preventivas recomendadas, para nos protegermos da radiação ultravioleta. Podem consultar essa informação aqui.

  

 Imagem original aqui

 

   

publicado por BataeBatom às 00:53
link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito
Sábado, 12 de Julho de 2014

Aves raras

Li uma notícia acerca de um estudo científico, cujo título vou citar: "Twitter a mais compromete relações amorosas"

 

Que escândalo!

Pensava que atividades extra-conjugais em excesso (tal como tudo em excesso) eram favoráveis à relação amorosa, pois aumentam a convivência e intimidade entre o casal... E julgava também que estabelecer contacto diário com indivíduos do sexo oposto, dos quais conhecemos apenas a foto arduamente escolhida em que não se vê aquele defeito ou que está photoshopada e portanto nos parece ser atraente, diminuia a percentagem de infidelidade, separações e divórcios. 

Uma vez que se cria um ambiente de ilusão proporcionado por palavras meticulosamente escolhidas (que propicia a sensação de que aquela pessoa é tãããão mais perfeita do que o(a) companheiro(a) atual), é de estranhar a conclusão do perito da Universidade do Missouri. Posso ser especialista na universidade do Missouri?  

 

 

  Imagem original aqui

 

 

Ainda acerca de redes sociais, podem seguir o Bata&Batom no facebook. Assim, saberão quando for publicado algum post, para além de terem acesso a curiosidades que não vão ser referidas no blog. Podem ainda publicar ideias ou opiniões, participando ativamente no blog! Basta clicarem neste link Bata&Batom no Facebook e carregarem em "Gosto".

 

 

  

publicado por BataeBatom às 16:35
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

. ver BB

. seguir perfil

. 314 seguidores

.facebook

Bata&Batom no Facebook

.pesquisar

.posts recentes

. Mais um estudo brilhante

. Aves raras

.Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.arquivo

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014