Quinta-feira, 16 de Julho de 2015

O estúpido diário de uma claustrofóbica (pág.3)

  

o estúpido diário de uma claustrofóbica.png

 

A casa de banho não tinha janela. Sem abertura em cima ou em baixo. Só 4 muros, muito juntinhos a mim, e uma maçaneta inútil, que insistia em não desempenhar a sua função.

 

Evito andar de elevador e subo pelas escadas sete andares ou mais, se for preciso, para depois ficar presa num WC?!

  

Com muita pena minha, não consegui manter a serenidade da Maria das Palavras e comecei a bater na porta como se não houvesse amanhã. Gritei, duas vezes, "Alguém me pode ajudar?". Só mesmo porque tinha vergonha de gritar "Socorro!!!". Seria muito dramático, não?

  

Ninguém veio.

Mais murros na porta.

Ninguém veio.

Visão turva. Vagos pensamentos sobre o exame que deveria realizar dentro de momentos.

Ninguém veio.

Merd*, fod*-se!

Murros.

 

Já tinha a palma da mão bem marcada a vermelho pela maçaneta, quando aquela porcaria decidiu ceder. Lavei as mãos rapidamente e desapareci dali a passo rápido, antes que alguém me associasse aos gritos histéricos. Uma lady não grita. No máximo, manda um guincho, um "ai, que incómodo" e lima as unhas, enquanto um príncipe renasce dos pensos higiénicos do caixote do lixo para a salvar.

    

Conclusão: Nunca mais entro num cubículo daqueles sem telemóvel.

 

Outros relatos claustrofóbicos aqui e aqui.

    

publicado por BataeBatom às 15:39
link do post | comentar | favorito (3)
37 comentários:
De Cris a 16 de Julho de 2015 às 16:11
Ai, imagino o que deves passar. Eu também não gosto de espaços fechados, mas, felizmente, ainda consigo manter a calma por um pouco mais de tempo... (vá, cinco minutos... o tempo suficiente para conseguir deitar a porta abaixo com o meu peso, em investidas desesperadas)
Pronto, uma beijoca para ti. e amanhã deves ter um docinho aí...derretido, provavelmente.
De BataeBatom a 18 de Julho de 2015 às 11:55
As encomendas já chegaram, Cris!!!
2 chocolates que nunca provei mas devem ser deliciosos (costumo gostar daquela marca) e um livro em excelente estado! Muito muito obrigada! :)
Ah, e não estavam derretidos! Verifiquei se estavam deformados, quando os tirei da caixa do correio, e parece-me que estão direitinhos! Vou guardá-los para mais logo, para aquele momento estratégico do estudo em que estou a precisar de "combustível" haha :)
Boas preparações da feira que estás a organizar! ;)
Beijinho
De Cris a 19 de Julho de 2015 às 23:31
Espero que, entretanto, já tenhas saboreado os chocolates!
Obrigada
Beijoca
De BataeBatom a 21 de Julho de 2015 às 15:27
Deliciosos!
És um espetáculo, Cris! Beijinho :)
De PedaçosdeSonho a 16 de Julho de 2015 às 17:07
Também já fiquei fechada numa casa de banho e tive a mesma reacção. Mas apesar da minha insistência, a porta nunca cedeu. Tive que esperar que alguém me viesse ajudar. Foi terrível :p
De BataeBatom a 18 de Julho de 2015 às 11:56
medo!
De Isa a 16 de Julho de 2015 às 18:19
Isso é um dos meus maiores receios, ficar fechada numa solitária sem tlm no bolso.. só de pensar.. brrrrr!!
De BataeBatom a 18 de Julho de 2015 às 11:58
Mais vale não arriscar e levar sempre o telemóvel (com bateria xD)! É que naquele caso nem fechei a porta à chave... Foi mesmo problema da maçaneta!
De José da Xã a 16 de Julho de 2015 às 18:20
Desde que não cheire mal uma casa de banho até pode ser um esplêndido lugar para tirar uma soneca enquanto se espera. Não sofro dos teus receios mas detesto pensar que estou em casa e que a porta da rua está fechada à chave.
Mas há uma razão logica para esta meu sentimento.
Em 1969 , tinha eu 10 barbudos anos, senti a terra tremer. O célebre tremor de terra de 69. Nessa altura o meu pai estava em África e eu dormia com a minha mãe. Dessa madrugada, entre diversas coisas lembro-me da minha mãe a tentar abrir a porta e a não conseguir porque estava fechada à chave e esta algures na casa. A partir desse dia nunca mais fechei qualquer porta à chave desde que esteja do lado de dentro.
De BataeBatom a 18 de Julho de 2015 às 12:02
Ahaha acho que a sensação de pânico mais a responsabilidade da avaliação que iria fazer não me deixariam tirar uma soneca! :P
E os motivos para o teu receio são compreensíveis! ;)
De Maria das Palavras a 16 de Julho de 2015 às 21:01
Ehehe! Não te ensinei nada?! Tinhas de ter usado o soutien!

Vá, pronto já passou :)
De BataeBatom a 18 de Julho de 2015 às 12:04
Não me lembrei do soutien, não! :P mas nem imaginas como eu estava... foi mesmo frustrante, porque eu nem tranquei a porta! Só a fechei normalmente e foi o suficiente para me dar cabo do juízo!
De Marie C. a 17 de Julho de 2015 às 12:20
que manhosas!
De BataeBatom a 18 de Julho de 2015 às 12:07
Não volto a confiar assim tão facilmente nas fechaduras, não! Daqui para a frente, se forem à casa de banho e virem uma porta apenas encostada, num cubículo onde está uma rapariga com os seus 22 anos a fazer xixi em "posição de casa de banho pública"... há uma forte possibilidade de ser eu!
De Erika com K a 17 de Julho de 2015 às 14:47
Muito bom! O "ai que incómodo" e o "principe renascido dos pensos" já me fez garagalhar (pode ser assim certo?)
De BataeBatom a 18 de Julho de 2015 às 12:38
Gargalhar, sim! :P
Agora dá para rir, mas na altura não achei piada nenhuma! xD
De m-M a 17 de Julho de 2015 às 14:56
Eu não me devia rir, que sou igual ou pior, mas acho que vou tentar, só TENTAR; aprender o "ai, que incómodo" das ladies só para disfarçar!

Cá beijinho de força - e calma... respira, respira...
De BataeBatom a 21 de Julho de 2015 às 15:29
Rias-te muito mais ao ver as minhas figuras! :P
Mas ser uma lady perfeitinha também não teria piada! :P haha beijinho :)
De Maria Araújo a 17 de Julho de 2015 às 20:17

Eu também fugia dali para fora para que não me vissem , ahahahah!
Eu odeio essas casas de banho minúsculas.
Por vezes, prefiro não as fechar e enquanto faço as minhas necessidades, com uma mão seguro as cuecas (não me sento) e a outra segura a porta.
Assim, tenho a certeza que não fico presa.
Bom fim de semana.

De BataeBatom a 21 de Julho de 2015 às 15:31
Também vou passar a ser mais cuidadosa... Pelo menos, levar telemóvel para poder pedir ajuda!
É que, neste caso, nem fechei a porta à chave... Limitei-me a fechá-la normalmente. Mas como a fechadura estava teimosa, foi o suficiente para me pregar um valente susto!
Beijinhos e boa semana :)
De Teresa a 18 de Julho de 2015 às 08:46
Coitada BB!
Que susto mesmo!
Eu tinha feito o maior escândalo até alguém me tirar dali!
Parabéns pelo destaque .
De BataeBatom a 21 de Julho de 2015 às 15:31
Foi mesmo um susto daqueles... ODEIO a sensação de estar trancada num local! Obrigada, Miska! :) boa semana!

Comentar post


. ver BB

. seguir perfil

. 317 seguidores

.facebook

Bata&Batom no Facebook

.pesquisar

.posts recentes

. Art's friday #33

. Como quase sermos o que q...

. Art's friday #32 - Especi...

. Esta coisa do ano bissext...

. Como ter cabelo brilhante...

. Intermitências da vida

. Ser portuguesa é...

. Olhe, desculpe, isto é um...

. Porque raio querem levar ...

. Versão ikra-não-sei-quê d...

.Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.arquivo

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014