Sexta-feira, 18 de Julho de 2014

Mãe, o que é isto?...

Já que estamos em época de férias, vou contar-vos algo que me aconteceu durante uma viagem, quando eu tinha cerca de seis anos.

Local de partida: Benidorm. Local de destino: Ibiza. Via marítima.


Pelos vistos, podemos encontrar, nesta ilha, instrumentos sexuais com propriedades vibratórias no supermercado, junto às caixas, no local onde habitualmente vemos pastilhas ou chocolates. E, segundo a minha mãe, mostrei curiosidade naqueles objetos coloridos, fazendo questão de perguntar qual a sua utilidade. O que responderiam?!


Dilema da minha mãe: “digo-lhe que é um brinquedo e a miúda começa a dizer que o quer ou começo a andar rapidamente, finjo que estou ocupada e ignoro?”. A segunda é bem melhor, também concordo. Mas, quando deu conta, já estava a sair do supermercado com um champô nas mãos. Por pagar. Voltou para trás. Acabou por fazer a sua compra de forma convencional (e legal) e ainda se safou de ter a filha de seis anos a fazer birra para ter um vibrador, em pleno supermercado. 


Obrigada, mãe, por salvares a minha reputação.

  

publicado por BataeBatom às 00:52
link do post | comentar | favorito
19 comentários:
De Sofia Margarida a 18 de Julho de 2014 às 09:34
ahahaha :) não posso! Imagino o que seria se realmente tivesses insistido na ideia de ter um vibrador com seis anos !
De BataeBatom a 18 de Julho de 2014 às 11:16
POIS!!! xD
De O que se ama a 18 de Julho de 2014 às 15:15
Ahahah...desde pequena que a curiosidade se mostra tua aliada! :D
De BataeBatom a 19 de Julho de 2014 às 01:22
Ahah parece que sim! :)
O que os pais têm que aturar.........
De O que se ama a 19 de Julho de 2014 às 20:19
:D mesmo! Eras muito à frente naquela altura! :)
De 43 e picos a 18 de Julho de 2014 às 23:41
não consigo imaginar o que diria a um dos meus, principalmente se estivessem pessoas a olhar.
estes espanhóis são doidos!
De BataeBatom a 19 de Julho de 2014 às 01:27
E não ter visto ninguém no "mamading" foi uma sorte!
De 43 e picos a 19 de Julho de 2014 às 02:47
ahahahahahahah
talvez no corredor das chuchas [ups... sorry]
De BataeBatom a 19 de Julho de 2014 às 14:26
Ahaha! :P que medo!
De Letra de Médico a 19 de Julho de 2014 às 16:19
Há de facto males que vêm por bem.
De BataeBatom a 20 de Julho de 2014 às 16:38
Sem dúvida :)
De Bruno Custódio a 19 de Julho de 2014 às 21:52
Sair com o champô por pagar fazia parte do plano dela, não aconteceu por acaso xD
Mas teria sido linda de ver essa birra xD
De BataeBatom a 20 de Julho de 2014 às 16:39
Ahaha :P e eu também gostava de me lembrar. Só sei porque a minha mãe conta! :)
De A rapariga do autocarro a 19 de Julho de 2014 às 22:31
Oh páh, muito boa esta! Muito melhor que o puto na loja de lingerie a perguntar à mãe o que é uma tanga!
De BataeBatom a 20 de Julho de 2014 às 16:52
Ai ai, que vergonha! :P as crianças conseguem ser muito inconvenientes!
De Paulo Vasco Pereira a 21 de Julho de 2014 às 11:08
Obrigado por este momento que me proporcionou uma salutar gargalhada. Como é que tal não se passou comigo? Mas com mais 4 anos, na praia da Tocha, muito cedo, eis que com os meus binóculos de brincar, me deparei com um casal em plena cópula, na posição de missionário. Naquele ano, tinham-se formado dunas pelo que não estavam assim tão distantes de nós. O meu pai não me conseguia demover da minha brincadeira de Super Homem, com a toalha e James Bond, com os binóculos. Reparei que o Sr., naquilo que agora sei tratar-se de uma penetração, fazia, com um pé, o movimento que se faz para por uma moto das antigas a trabalhar. Claro que logo surgiu a pergunta: -"Pai, por que é que aquele Sr. está a por o motor da mota a funcionar se está em cima de uma senhora"?
De BataeBatom a 21 de Julho de 2014 às 19:39
Essa história ainda é pior do que a minha! :P
O que os pais sofrem...
De marrocoseodestino a 10 de Setembro de 2014 às 09:25
Fizeste-me lembrar o dia em que fui a uma farmacia com a minha filha de 6 anos e me pergunta alto e bom som "o que é isto mãe?"
Eu sem saber bem o que dizer saiu-me a palavra "preservativos".
Olha o que fui eu dizer. A palavra nova no vocabulario dela, que nem a dizia correctamente e caro continuou com as perguntas "é para quê?.
Eu baixinho digo-he que falamos em casa. Ainda tinha esperança de se esquecer, mas tive de explicar que era para evitar ter bebés.
Já não me recordo de toda a conversa, mas não foi muito facil nessa altura. Acho que nos faltam as palavras certas para que compreendam.
Depois disso sempre se falou à vontade cá em casa e as duvidas eram tiradas da maneira que achavamos melhor.
Isto de sermos pais não é nada facil.
Boa semana
De BataeBatom a 10 de Setembro de 2014 às 16:17
Nem consigo imaginar o que eu responderia, nessa situação! As crianças conseguem, com a sua espontaneidade, deixar os pais mesmo constrangidos...
Obrigada pela visita e pela partilha de experiências! :)
Bom resto de semana! :)

Comentar post


. ver BB

. seguir perfil

. 317 seguidores

.facebook

Bata&Batom no Facebook

.pesquisar

.posts recentes

. Art's friday #33

. Como quase sermos o que q...

. Art's friday #32 - Especi...

. Esta coisa do ano bissext...

. Como ter cabelo brilhante...

. Intermitências da vida

. Ser portuguesa é...

. Olhe, desculpe, isto é um...

. Porque raio querem levar ...

. Versão ikra-não-sei-quê d...

.Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.arquivo

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014