Quarta-feira, 10 de Setembro de 2014

Como quase ganhar uma hérnia discal

No mesmo registo extremamente educativo dos posts "Como quase perder um voo", trago-vos outra espécie de ensinamento.

Este foi comprovado na semana passada.

 

Queres tentar ganhar uma hérnia discal, mas não sabes como fazê-lo?

(Imagem original aqui)

 

Liga para o 707 bata e batom!

Ou então segue estes 10 passos:

 

1 - Recheias a mala com roupa necessária para cinco ou seis dias. Acrescentas algumas t-shirts e um par de sandálias, que as sapatilhas e os chinelos de dedo não chegam.

 

2 - Que não te faltem os produtos de higiene em embalagens de tamanho dito "normal", porque supostamente não terás que caminhar longas distâncias com a mala e, portanto, não há qualquer problema se a carga for pesada! O trabalho de transferir os produtos para depósitos pequenos, como acontece quando temos que viajar de avião, é evitado.

 

3 - Ora bem, se já tens a mala da roupa bem recheada, enches um saco de praia. Escolhes uma toalha grande e pesada, porque é a tua favorita. E adicionas as raquetes, que animarão as tardes de praia.

 

4 - Juntas muita comida à bagagem, porque és guloso(a).

 

5 - Mala de roupa, saco de praia... Hum... Acrescenta o saco cama, o colchão de campismo e o computador portátil. Isso mesmo!

 

6 - Esperas por um telefonema que te faz entender que vais ter que caminhar bastante... E instala-se o pânico, pois concluis que tens que abdicar de tralhas, uma vez que a tua estatura não te permite tanta carga. (Há que enfatizar que a tua roupa não está arrumada numa mala de rodinhas, mas sim num saco de desporto, que transportarás ao ombro.)

 

7 - Em vez de dizeres um "olá, dores de costas!", metes mãos à obra e reorganizas a bagagem, já sem as sapatilhas e, portanto, sem meias. Livras-te das t-shirts que consideraste como "suplentes".

 

8- Desfazes-te de alguns produtos de beleza, porque a preocupação com a coluna vertebral ultrapassa qualquer desassossego estético. (Mas manténs as raquetes. Nunca se abdica da diversão!)

 

9 - Descobres ainda, com felicidade, que o colchão de campismo não é necessário.

 

10 - Congratulas-te porque a hérnia discal ficou à distância de um quase!

 

publicado por BataeBatom às 13:49
link do post | comentar | favorito (1)
20 comentários:
De m-M a 10 de Setembro de 2014 às 14:41
Quase, essa maravilhosa maravilha!

Olha lá, o teu 707 também oferece dinheiro em cartão? E tenho que ir encontrar um dealer com multibanco? xD

Beijinho,
De BataeBatom a 11 de Setembro de 2014 às 10:27
O meu 707 não oferece nada! Ai ai! :P
Sim, felizmente foi só um "quase". Tal como o de perder o voo... :P
Beijinhos!
De Nina a 10 de Setembro de 2014 às 14:55
Odeio malas, por isso quando o ponto 6 acontece na minha vida … basicamente é isto: “queridas costas aguentem-se à bomboca e sem estrabujar, porque eu não vou refazer isto tudo.”.
E pronto temos assim uma relação pouco pacífica, mas muito informal :)
De BataeBatom a 11 de Setembro de 2014 às 10:28
Ahahah é uma relação interessante... :P
De 43 e picos a 10 de Setembro de 2014 às 16:09
Tive uma aventura parecida no regresso de férias, ainda não conseguiu descobrir ao fim de tantos anos a viajar, porque raio as coisas não cabem tão bem na volta... quase mandei os putos de comboio este ano :)
De BataeBatom a 11 de Setembro de 2014 às 10:30
Esse é um problema que também me inoportuna no regresso das férias. Não os filhos (!!!), mas esse aumento de volume das tralhas, na hora do regresso... xD
De SM a 10 de Setembro de 2014 às 17:03
Eu, infelizmente, quase que ganho uma todas as semanas! Ao fim de três anos de ir e vir a casa todas as semanas ainda não aprendi a levar na mala apenas o que é essencial e ando praticamente sempre com a casa às costas!
De BataeBatom a 11 de Setembro de 2014 às 10:32
Compreendo... Cuidado com isso! :P
Como eu tenho boleia de carro, não preciso de me esforçar muito. Mas quando é necessário vir de Comboio a situação também se aproxima da hérnia... :P
De marrocoseodestino a 10 de Setembro de 2014 às 18:34
Ah tu não imaginas o tormento que passo quando tenho de fazer as malas. Acho que tudo me faz falta e então vou colocando e quase que me tenho de sentar em cima para a fechar.
Agora quando vim ter com o maridão foi um horror para a fazer. O homem pediu-me para levar algumas coisas e eu tive quase quase a deixa-las cá para poder levar a minha roupita. Felizmente que a coisa deu.
Oh, confesso que não tinha coragem de não levar o que me pediu, mas se tivesse que abdicar de algo meu certamente me daria um fanico.
De BataeBatom a 11 de Setembro de 2014 às 10:34
Ahaha achei imensa piada a esta frase: "O homem pediu-me para levar algumas coisas e eu tive quase quase a deixa-las cá para poder levar a minha roupita." :P
Nós, mulheres, entendemo-nos bem nestes assuntos de malas... :)
De M* a 10 de Setembro de 2014 às 18:49
Eu, em cerca de seis anos a estudar fora de casa, nunca soube e ainda não sei como fazer uma mala e sobretudo, apenas o essencial... todos refilam comigo porque levo a casa às costas
De BataeBatom a 11 de Setembro de 2014 às 10:35
Temos uma grande tendência para isso! :P
Mas se refilam assim contigo, deves levar mesmo a casa às costas... :P
De José da Xã a 10 de Setembro de 2014 às 22:32
Ahahahahahah!

Este manual é hiper-educativo.
Mas desculpa lá a pergunta: há quem nunca tenha carregado com nada às costas e se queixe das tais hérnias, porque será?

De BataeBatom a 11 de Setembro de 2014 às 10:43
Hiper-educativo! Ui ui! :P
Tens razão! As hérnias discais também podem ser devidas ao envelhecimento do disco intervertebral (que serve como almofada entre as vértebras e, tal como todo o nosso organismo, também envelhece), mesmo sem esforços exagerados. Podem surgir consequentemente à prática de certos desportos ou até devido a uma postura incorreta (que impede que a pressão esteja distribuída de forma equilibrada pela coluna vertebral). Há ainda a possibilidade de ser uma tendência familiar (fator genético)! :P
De ♥ Sara a 11 de Setembro de 2014 às 09:11
ahahha ri-me com isto! :P
Vou tentar não seguir o inicio e fazer mais o final ahahaha xD
De BataeBatom a 11 de Setembro de 2014 às 10:44
Fazes bem... :P também tentarei melhor isso, para a próxima. xD
De Nathy ღ a 11 de Setembro de 2014 às 14:46
Nessas coisa sou muito prática. Não gosto de malas de viagem. Apenas as utilizo em viagens grandes. De resto prefiro uma mochila e comigo não há essa de levar a tralha às costas. Assim como assim sou eu que vou carregar por isso levo apenas o que preciso... não mais do que isso. E se achar que são coisas a mais começo a fazer "cortes".
Eu sou mesmo uma falsa mulher eheheh
De BataeBatom a 13 de Setembro de 2014 às 12:30
Ótimo! :) as tuas costas agradecem! :D
De Teresa a 12 de Setembro de 2014 às 15:13
Fartei-me de rir com este post!
Já falei sobre malas em alinhas no meu blog, porque acho um tema que volta e meia , vem à baila!

http://agorasoumaminka.blogs.sapo.pt/
De BataeBatom a 13 de Setembro de 2014 às 12:33
Sem dúvida um tema recorrente, principalmente entre mulheres. :P
Os homens não se preocupam muito com o assunto. Mas verdade seja dita: a quem pedem o que lhes falta?...
Claro, a mala das mulheres tem tudo! :P

Comentar post


. ver BB

. seguir perfil

. 313 seguidores

.facebook

Bata&Batom no Facebook

.pesquisar

.posts recentes

. Art's friday #33

. Como quase sermos o que q...

. Art's friday #32 - Especi...

. Esta coisa do ano bissext...

. Como ter cabelo brilhante...

. Intermitências da vida

. Ser portuguesa é...

. Olhe, desculpe, isto é um...

. Porque raio querem levar ...

. Versão ikra-não-sei-quê d...

.Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.arquivo

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014