Domingo, 31 de Maio de 2015

"A idade de Adaline"

     

The-Age-of-Adaline-2015-Movie-Poster-Wallpaper.jpg

 

Vamos lá tentar justificar a minha recomendação, sem revelar mais do que o trailer ou a sinopse.

 

1) A originalidade do enredo. 

 

Em 1908, nasceu Adaline. 27 anos depois, teve um acidente e é aqui que começa a parte interessante. Através de um mecanismo fictício - que, segundo o narrador, viria a ser descoberto em 2030 e não sei quantos - e que envolve hipotermia, um relâmpago e alterações ao nível dos telómeros, Adaline deixa de envelhecer durante quase 80 anos. Note-se que ela tinha uma filha (que a certa altura parece ser sua avó).

 

The age of Adaline.png

Normalmente sou um pouco cética relativamente a estes "milagres" científicos que o cinema nos tenta impingir. Mas neste caso acho que a ideia está bem conseguida: pegaram no tema que mereceu o Nobel da Medicina e Fisiologia em 2009: os telómeros e o envelhecimento celular. 

 

2) A imprevisibilidade

É um dos principais fatores para eu apreciar um filme. Esperem até chegar o Harrison Ford... (Rrrg, queria contar tudo, mas não posso. Que raiva!)

 

The age of Adaline - Harrison Ford.jpg

 

3) O romance.

Inicialmente Adaline não se quer envolver numa relação amorosa, uma vez que esta sem a possibilidade de envelhecerem juntos não lhe parece fazer sentido. (E nós estamos deste lado a torcer para que ela se deixe ir na conversa do Ellis, um tipo decente e charmoso que, pelos vistos, também entra n'A Guerra dos Tronos.)

     

The age of Adaline - Ellis.jpg

   

publicado por BataeBatom às 22:51
link do post | favorito
De Sofia a 1 de Junho de 2015 às 15:14
Oh! Vi este ontem hihi

Eu gostei da história, a sério. Mas a atriz...opá não consigo engolir. Ela é lindíssima, bem feitinha, tem tudo para dar certo e depois não sabe interpretar a personagem. Achei mesmo que a interpretação de Adaline estava má, o que é uma pena porque gostei muito da interpretação do Ellis, por exemplo.
Enfiim!É um filme interessante.
De BataeBatom a 1 de Junho de 2015 às 20:26
Nas artes é tudo muito subjetivo. Às vezes não vamos com a cara dos atores, outras vezes achamos que não são ideais para aquele papel...
Sinceramente, acho que a atriz esteve mesmo muito bem, com uma elegância e serenidade que fazem todo o sentido numa pessoa que, na realidade, teria 90 anos. Conseguiram passar essa ideia (pelo menos comigo resultou)! Mas é natural que as impressões causadas em diferentes pessoais variem... :P
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



.facebook

Bata&Batom no Facebook

.pesquisar

.posts recentes

. Art's friday #33

. Como quase sermos o que q...

. Art's friday #32 - Especi...

. Esta coisa do ano bissext...

. Como ter cabelo brilhante...

. Intermitências da vida

. Ser portuguesa é...

. Olhe, desculpe, isto é um...

. Porque raio querem levar ...

. Versão ikra-não-sei-quê d...

.Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.arquivo

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014